Cinta redutora de gordura

Uma cinta redutora de gordura é o segredo da silhueta de muita gente. Afinal, mais do que manter bons hábitos, é interessante dar ao corpo um molde para se adequar. É isso que um modelador desse tipo faz, e com maestria. Ainda não conhece os benefícios da opção? Acompanhe e descubra-os nesse texto!

Dietas, exercícios e cinta

Reduzir a gordura do corpo é o objetivo da maioria das pessoas que procura a academia. Claro, há o apelo à melhora da saúde e ao bem-estar – mas a silhueta mais gordinha é dos principais motivos para a realização de atividades físicas. Assim como a manutenção de uma boa dieta o é. Por essa preocupação estética é que as inovações para emagrecimento fazem tanto sucesso – a dieta da moda, aquele exercício que queima muita energia. Só que nem sempre esses métodos são os mais saudáveis.

Imagine, por exemplo, aderir à dieta dos carboidratos. Além de se difícil, uma vez que muitos dos alimentos possuem esse nutriente, a medida pode ser prejudicial à saúde. Afinal, os alimentos ricos em carboidratos são também ricos em outros nutrientes. A falta de todos eles pode tornar o corpo mais fraco e suscetível a doenças, mesmo que emagreça.

Para completar esse período do “Projeto Verão”, então, você resolve investir no ciclismo. Só que decide pelo exercício por conta própria, sem uma consulta ao médico, sem a orientação de um Educador Físico. Em pouco tempo, uma lesão que você nem sabia que tinha no joelho dá sinal, e o problema se torna muito maior pelo impacto constante do pedalar.

Essas situações hipotéticas mostram a importância no cuidado da adesão das medidas da moda. Antes de fazer qualquer modificação na rotina que altere a forma como seu corpo trabalha, é fundamental conversar com um especialista. Apenas um nutricionista pode indicar a dieta ideal para as suas necessidades calóricas. Apenas um médico pode apontar o melhor esporte ao seu físico, de modo que não prejudique o seu bem-estar geral. Apenas um educador físico pode orientá-lo quanto a melhor forma de realizar a prática esportiva.

Independentemente do especialista, porém, a opinião é unânime: a cinta redutora de gordura é um ótimo meio de adquirir uma silhueta mais bonita. E o melhor: de forma saudável e prática!

Cinta redutora de gordura

A cinta redutora de gordura Yoga é uma peça produzida com tecido poroso e flexível. O material é o responsável por comprimir a silhueta e proporcionar um novo contorno ao corpo, de modo que ele se adapte e ganhe curvas mais bonitas.

O efeito funciona assim: ai vestir a peça, o indivíduo tem deslocadas para outra parte do corpo as células de gordura localizada. Isso quer dizer, por exemplo, que a gordura acumulada no abdômen, que criava “pneuzinhos”, é levada momentaneamente para as costas. Isso disfarça o acúmulo dessas células adiposas, e cria novas curvas para o corpo.

Dessa forma, é fácil, fácil vestir uma roupa mais justa, ou então aquela calça que ficava no fundo do armário. Ao utilizar um modelador, o sujeito pode passar a utilizar peças de até dois números a menos. Ou seja: sua calça 42 pode ser facilmente vestida por seu corpo normalmente 44!

Após a retirada do “molde” da silhueta, porém, os adipócitos voltam para o lugar, e a silhueta mais “cheinha” torna a existir. No entanto, isso pode ser “remediado”: com o uso diário e contínuo da cinta, as células acabam por se manter permanentemente em sua nova localização. O resultado é que a silhueta violão continua a existir mesmo após a retirada do modelador.

Circulação e drenagem são potencializadas!

Os efeitos da cinta redutora de gordura, porém, vão bem além do aspecto visual. A compressão promovida pelo tecido da peça, além de mudar as células de lugar, consegue melhorar a circulação sanguínea do corpo. Afinal, os vasos sanguíneos são estimulados. Com isso, a drenagem linfática também é potencializada.

A drenagem linfática é o processo pelo qual o corpo elimina toxinas e células de gordura. Potencializado, esse processo consegue eliminar uma série de adipócitos, ocasionando então uma silhueta ainda mais bem definida.

Essa mesma eliminação de adipócitos propicia a diminuição da flacidez da pele, assim como marcas de celulite. Ambos os problemas estéticos são provocados pelo excesso de gordura no corpo, e combatidos promovem um aspecto visual mais bonito.

Falando novamente da circulação sanguínea, ela é a encarregada de levar a todas as células do organismo nutrientes e oxigênio. Essas substâncias são os “combustíveis” do corpo para a renovação das células. Como melhora a circulação na pele, a cinta promove a renovação das células exatamente desse tecido. Isso significa que estrias e cicatrizes são prevenidas e até combatidas, uma vez que as porções marcadas são substituídas por outras, novinhas em folha.

Emagrecer versus perder medidas

A perda de medidas normalmente dá um up visual bem grande no indivíduo. Assim como um up em sua autoestima, uma vez que ele se sente mais bonito. No entanto, é importante diferenciar o emagrecer da perda de medidas promovida pela cinta modeladora.

Emagrecer é algo que se faz quando se perde peso. Ou seja, quando a diferença é percebida na balança, com números a menos nessa medição. Nesse caso, apesar de promover leve mudança na balança, a cinta não emagrece o corpo. A mudança ocorre pela perda de líquidos e eliminação de algumas células tóxicas, mas não significa uma real diminuição de carga do organismo.

O que o modelador faz é reduzir medidas. Isso significa que as mudanças podem ser percebidas com uma fita métrica, que mostra o afinamento da cintura, do abdômen ou qualquer outro lugar do corpo que a cinta envolva.

A real perda de peso do corpo só pode ser obtida por meio de uma associação de fatores. Primeiro, claro, o uso da cinta modeladora, que vai ajudar a perder medidas com a remodelação da silhueta. Depois, com a prática de exercícios físicos, indicado por um especialista para que seja o mais adequado ao seu corpo. E, finalmente, pela manutenção de uma dieta balanceada.

Ter uma dieta balanceada não significa deixar de comer as coisas que lhe dão prazer. Afinal, um hambúrguer, batatas fritas, aquela cerveja que você tanto gosta, não têm efeito tão ruim à saúde. Todo problema acontece quando há exagero no consumo desses alimentos, assim como de produtos industrializados. Desde que você também coma frutas, verduras, cereais, faça o número de refeições diárias indicadas e ainda beba bastante água, sua saúde não terá do que reclamar!

Cinta fitness: uma poderosa aliada

Para auxiliar tanto na perda de peso, quanto na perda de medidas, um ótimo acessório é a chamada cinta fitness. Muito semelhante aos modeladores comuns, a peça foi desenvolvida para o uso durante a prática de atividades físicas. Quando utilizada, ela potencializa o efeito modelador que o esporte já possui, e assim acelera a definição de uma bela silhueta.

Outra ação da cinta fitness consiste na proteção dos músculos, principalmente das costas. Isso porque o tecido do acessório consegue absorver parte dos impactos comuns provocados pelo movimento. Essa absorção diminui os efeitos desses choques sobre o corpo, e dessa forma previne a ocorrência de lesões.

Ademais, esse modelador possui a capacidade de manutenção da coluna ereta. Assim como é importante para o dia a dia, essa posição é importante para prática de exercícios físicos. O cuidado evita, inclusive, que a espinha seja desgastada pelos movimentos contínuos o que, futuramente, poderia causar problemas. Como a hérnia de disco, que ocorre pela degeneração dos discos, “amortecedores” naturais localizados entre as vértebras da coluna.

Modelos de cinta redutora de gordura

Os modelos de cinta Yoga são os mais diversos. A mais comum entre toda, de qualquer forma, costuma ser a cinta para o abdômen. Em forma de faixa, a peça envolve a cintura e lombar, proporcionando ao mesmo tempo a redução de medidas e a manutenção da boa postura.

Outras peças, no entanto, são igualmente populares. Como a cinta semelhante uma calcinha de cintura alta, que promove conforto diário. O modelador em forma de bermuda também é interessante, e leva todos os efeitos do acessório para as coxas. Já a peça de corpo inteiro pode englobar dos pés ao busto, e potencializa muito os resultados de bem-estar ao organismo.

Na hora de escolher a peça ideal ao seu corpo, é fundamental ter atenção ao tamanho adequado. A cinta modeladora deve sempre comprimir, nunca apertar. Isso significa que, se você veste a cinta e sente desconforto e/ou falta de ar, ela está menor do que realmente deveria. E apesar da crença popular de que quanto mais apertado for o modelador, melhor, utilizar a peça dessa forma pode ser perigoso.

Além da falta de ar, a pressão exagerada pode provocar atrofiamento dos músculos, problemas de coluna e muitos outros problemas. Pode ainda prejudicar o visual, uma vez que a dobra ou aperto do tecido tende a deixar marcas e até hematomas na pele. Por isso, cuidado, e conte sempre com a Yoga para a melhor escolha. Nossos vendedores virtuais estão sempre disponíveis para te auxiliar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *