Grávida pode usar cinta? Saiba tudo sobre o assunto no texto

As dúvidas sobre cintas modeladoras são comuns. Quando o usuário é uma gestante, então, as dúvidas se tornam receios em relação à saúde do bebê e da mãe. Mas saiba que, sim, grávida pode usar cinta, desde que o acessório seja do tipo adequado.

Uma cinta tem uma série de objetivos para o corpo, especialmente estéticos. Para uma mulher não grávida, por exemplo, o acessório tem como um dos principais atrativos a definição da silhueta. Isso porque, o tecido elástico define um novo formato para o corpo. Inicialmente, este novo desenho é apenas momentâneo mas, ao longo do uso da peça, se torna permanente e mais atraente.

No entanto, a cinta não tem este efeito para gestantes. Afinal de contas, neste período, o corpo feminino muda de forma ininterrupta, graças ao crescimento da barriga. Manter a silhueta deste tipo é impossível.

É aí que entram os vários outros benefícios da cinta modeladora para as grávidas. Com eles, as mulheres obtêm um pouco mais de conforto durante a gestação, e também conseguem cuidar da sua beleza. Quer conhecer melhor estes efeitos para o corpo feminino? Então, continue lendo o texto e saiba tudo o que você precisa sobre o assunto!

Grávida pode usar cinta?

Antes de apresentarmos os benefícios de uma cinta para gestante, é preciso desmistificar um ponto: a cinta não faz mal para o bebê. Mas é preciso, é claro, que ela seja adquirida no modelo ideal.

Para muitas futuras mamães, existe o receio de que um modelador poderia dificultar o desenvolvimento do feto. Afinal de contas, o tecido restringe o crescimento da barriga, certo? Errado!

Na verdade, se a sua cinta modeladora tiver tecido elástico, o tecido se ajustará a medida que a o feto se desenvolver. Ou seja, o bebê crescerá normalmente, pois o espaço na cinta não limitará esse crescimento.

Assim, na hora de adquirir a sua cinta para gestante, tenha a certeza de que a peça é feita de um tecido elástico. Também é interessante que ele seja poroso, pois vai permitir a respiração mais simples da pele. Com este cuidado, a mulher não terá que conviver com o calor excessivo e/ou irritações à sua pele.

A seguir, você poderá descobrir as vantagens de uma cinta modeladora para mulheres gestantes. Continue lendo!

Quais os benefícios de uma cinta modeladora para grávidas?

Sem dúvida, existem uma série de vantagens em utilizar uma cinta modeladora para gestantes. Porém, é importante ter dois cuidados principais.

O primeiro deles é conversar com seu médico. Juntos, vocês poderão escolher o modelo mais interessante para o seu corpo. No mercado, existem peças que cobrem apenas a cintura, as faixas, cintas do tipo bermuda, modeladores de corpo inteiro e mais. Apesar das cintas abdominais serem mais comuns para gestantes, outras opções também podem ser interessantes.

Em um segundo momento, é fundamental escolher uma cinta confiável. Por isso, pode valer a pena acessar a loja da YOGA e pesquisar por seu modelo ideal. As cintas da YOGA tem certificado da Anvisa, o que atesta o seu cuidado com o corpo feminino.

Com estes cuidados tomados, você poderá aproveitar de todos os benefícios que uma cinta para gestante pode oferecer. Veja quais são eles nos próximos tópicos.

Sustentação do “peso extra”

Normalmente, uma mulher ganha entre 11 kg e 15 kg na gravidez. Esse peso extra pode causar uma série de problemas, já que o corpo feminino não estará acostumado a ele.

Assim, é bastante interessante poder contar com uma cinta. A peça consegue dar maior sustentação na região da lombar feminina, e ajuda a manter o equilíbrio da silhueta. Deste modo, sustentar os quilinhos a mais do bebê se torna bem mais simples.

Como citado antes, o tecido elástico da peça ainda consegue se ajustar a medida que o bebê se desenvolve. Assim, não há qualquer risco de limitação ao crescimento saudável do pequeno.

Correção da postura

Com o ganho de peso e o crescimento da barriga da gestante, o centro de gravidade da mulher muda. Isso significa que a barriga feminina tende a puxar o corpo da grávida para a frente. Como resultado, sua postura costuma ser prejudicada, e também é necessário maior esforço para manter as costas eretas. Mas não com o auxílio de uma cinta.

Se opta por uma cinta, a mulher ganha um reforço na sustentação do corpo. Especialmente na região lombar. Com este cuidado, é possível manter a postura de forma mais simples. O principal benefício é que várias dores ficam prevenidas. Ficam prevenidos ainda desgastes na coluna, que poderiam trazer problemas no futuro, como a hérnia de disco.

Diminuição da sensação de peso das pernas

Com o peso “extra” na parte de cima do corpo, as pernas femininas suportam um pouco mais. Por isso, é comum a sensação de cansaço e, por vezes, até a dor nessa região. Uma cinta, porém, pode melhorar a circulação sanguínea da área. Afinal, o tecido elástico mantém um estímulo contínuo à circulação em toda a silhueta.

A boa circulação melhora o retorno do sangue das pernas ao coração, evitando o acúmulo do líquido venoso na área. O sangue venoso é aquele rico em dióxido de carbono. Para o bem-estar do organismo, é importante que toda a silhueta receba, de forma constante e intensa, sangue rico em oxigênio. Ou seja, vindo do coração — uma circulação que, como dito, a conta modeladora consegue intensificar.

Estabilidade do corpo

Se você leu este texto até aqui, já percebeu o quanto o tecido elástico da cinta modeladora consegue dar maior sustentação ao corpo. Especialmente porque ela reforça o equilíbrio na região da lombar. Outro resultado deste efeito é a maior estabilidade ao corpo, o equilíbrio para realizar as atividades do dia a dia. Isso previne situações como quedas, por exemplo.

Relaxamento do corpo

Uma cinta para grávidas tem outro efeito interessante: a massagem contínua ao corpo. Essa “massagem” é promovida pelo tecido elástico, que mantém uma leve compressão sobre a silhueta. O benefício é que a gestante se sente um pouco mais relaxada no dia a dia. A sensação de bem-estar permanece por todo o corpo.

Prevenção das estrias

As estrias são muito comuns após a gravidez, já que a pele feminina estica bastante e as suas células são “quebradas”. O resultado, neste caso, são as linhas marcadas que incomodam muita gente no quesito estética. Mas a cinta modeladora para gestantes pode ajudar a prevenir o problema.

O modo de ação da cinta, neste caso, é bastante simples. Primeiro, o seu tecido elástico promovem a melhora da circulação sanguínea. Com a circulação potencializada, as células da pele são “estimuladas” a se renovar. Assim, elas não permanecem “quebradas”, mas são substituídas por células mais novas. O resultado é uma pele mais firme e menos marcada de estrias.

Prevenção das celulites

A prevenção das celulites por meio de uma cinta acontece de modo muito semelhante à prevenção das estrias. Porém, não pela melhora da circulação sanguínea, mas pela circulação linfática — ambas as circulações “andam” associadas.

Com a circulação linfática melhor, o corpo consegue eliminar mais facilmente uma série de substâncias, além de células de gordura localizada. É a gordura acumulada que cria o aspecto flácido e furadinho da pele, “temido” por muitas mulheres. A cinta, então, consegue diminuir essas células, prevenindo as celulites pós-gravidez.

Quando a grávida pode usar cinta?

Não há uma indicação precisa sobre quando a gestante deve começar a utilizar uma cinta modeladora. Até porque, um modelador pode ser utilizado em qualquer época da vida, independentemente de uma gravidez.

Ainda assim, é comum que as mulheres adotem o acessório a partir das 20 semanas de gestação. Afinal de contas, a partir dessa época, o crescimento da barriga já costuma estar mais aparente. Então, é preciso dar maior sustentação ao seu desenvolvimento, inclusive para a prevenção de dores na lombar e outros incômodos.

Vale ainda destacar outro acessório: a cinta pós-parto. A peça pode ser uma aliada na recuperação do corpo feminino após o nascimento do bebê, especialmente por conseguir absorver parte dos impactos de movimentos no dia a dia.

Recebendo menos efeitos destes impactos, a silhueta tem mais facilidade em recuperar os tecidos afetados. Isso independentemente se o parto tiver sido realizado de modo normal ou por cesariana.

Além disso, uma cinta pós-parto pode combater efeitos para o visual da silhueta. Mesmo porque, apesar de ser bastante eficaz na prevenção, nem sempre a cinta usada durante a gravidez consegue prevenir 100% das estrias e celulites. O acessório pós-parto, então, pode trabalhar para eliminar os incômodos estéticos que tiverem aparecido no pós-gestação.

Tanto as cintas para gravidez, quanto para o pós-gestação, estão disponíveis na loja da YOGA. Assim como várias outras peças, que podem dar um up na silhueta e na sua autoestima.

Que tal navegar pelo portal YOGA e conhecer os acessórios disponíveis? Aproveite que você já conhece tudo que precisa sobre os modeladores, seus benefícios e indicações. Você também já sabe que grávida pode usar cinta, assim como qualquer outro público. Escolhendo a peça ideal para o seu objetivo e silhueta, os resultados para o seu corpo serão incríveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×