CINTA FITNESS

R$158.00

5x de R$31.60

R$158.00

5x de R$31.60

R$158.00

5x de R$31.60

R$158.00

5x de R$31.60

R$158.00

5x de R$31.60

R$158.00

5x de R$31.60

Destaques

Avaliação 5.00 de 5
R$508.00

5x de R$101.60

R$476.00

5x de R$95.20

Avaliação 4.75 de 5
R$294.00

5x de R$58.80

R$158.00

5x de R$31.60

indispensável

PARA UMA RECUPERAÇÃO CONFORTÁVEL E SEGURA NO SEU PÓS OPERATÓRIO

SUTIÃS PÓS CIRÚRGICOS

R$141.00

5x de R$28.20

CINTAS MODELADORAS

R$480.00

5x de R$96.00

Cintas Modeladoras Yoga

A cinta modeladora vem se tornando cada vez mais querida pelos brasileiros. O acessório não é novo: desde a antiguidade, as mulheres utilizavam espartilhos que definiam a cintura. Em décadas mais antigas, as peças eram essenciais para vestimenta dos clássicos vestidos estruturados, que mostraram uma silhueta definida e saias longas.

Felizmente, porém, o acessório evoluiu. Ao invés de peças de metal que chegavam a incomodar, o acessório ganhou tecido elástico e especial, que oferece benefícios diversos ao corpo. Ao invés da definição exagerada da cintura, hoje as mulheres conseguem delinear curvas saudáveis e bonitas!

Mas não pense que apenas elas podem aproveitar de todas as vantagens da cinta modeladora! Os homens também contam com acessórios próprios que, entre outros resultados, definem o abdômen e eliminar a clássica “barriga de chope”.

Para te convencer de todos os incríveis efeitos da peça, criamos um guia completo da cinta modeladora. Conheça os benefícios, as contraindicações, os diversos modelos e tudo o mais sobre o acessório!

Como funciona a cinta modeladora?

A cinta modeladora é um acessório fabricado em tecido elástico e leve. A peça foi desenvolvida para oferecer efeitos imediatos e em longo prazo.

O efeito imediato da cinta é o visual. Sempre que utiliza a peça, o indivíduo apresenta uma silhueta melhor delineada, com curvaturas de fazer inveja. O resultado acontece graças à elasticidade do acessório, que desloca as gordurinhas para outra parte, definindo sem aperto.

Assim, utilizando a cinta modeladora, o usuário consegue vestir roupas com número até duas vezes menor que o habitual. Ou seja: caso seu padrão seja o tamanho 40, é fácil chegar ao tamanho 38 com a cinta!

Desta forma, o indivíduo consegue finalmente entrar naquela querida calça, esquecida no fundo do armário por causa dos “pneuzinhos” na cintura. Para as mulheres, ainda é possível vestir uma saia ou vestido mais justo, sem que o inchaço na região desarranje o visual.

Os homens também ganham, por exemplo, no momento de vestir uma blusa mais justa. Principalmente em modelos sociais, que não ficam muito elegantes com uma barriga protuberante. Baste vestir a cinta, e o contorno do abdômen fica mais bonito, garantindo elegância.

Benefícios do acessório

Além desta remodelação das curvas do corpo, a cinta modeladora traz inúmeras vantagens ao corpo. As primeiras são estéticas: para qualquer resultado, o tecido do modelador provoca leve pressão por toda a extensão em que se encontra. Esta pressão é a responsável pela realocação de células, assim como para a potencialização da circulação sanguínea.

A circulação do sangue é processo fundamental para o corpo humano. É ele que leva a todas as células os nutrientes obtidos por meio da alimentação. Ao mesmo tempo, ele contém as células que defendem o nosso organismo de doenças, e garante seu funcionamento com o oxigênio e outros componentes.

Por isso, a melhora da circulação promovida pela cinta modeladora mantém o corpo saudável. Simultaneamente, este fluxo garante que problemas como estrias sejam amenizados, uma vez que as células são renovadas rapidamente.

Outro efeito desta circulação é a melhora da drenagem linfática. A peça funciona ativando a microcirculação da pele, e então leva toxinas aos vasos linfáticos, que serão posteriormente eliminadas. Graças a isso, a flacidez da pele é combatida, tal qual a celulite, tão temida principalmente pelas mulheres.

Ademais, há as repercussões para a postura. Principalmente no dia a dia, é difícil manter uma posição adequada da coluna. Pense, por exemplo, em quanto tempo você fica sentado de forma “torta” na cadeira. E a má postura é um fator de risco para variados problemas, desde uma simples dor à hérnia de disco ou mesmo a cifose, que causa a chamada corcunda.

Assim, a utilização da cinta auxilia na manutenção da postura correta, uma vez que o tecido da peça e sua leve pressão “lembra” o usuário de mantê-la.

Também nesta orientação, o acessório dá suporte à coluna, e a ajuda a suportar a carga do corpo no dia a dia. Deste modo, a espinha não é demandada demais em movimentos mais bruscos ou carregamento de peso, pois terá apoio para auxílio destas atividades.

Cinta modeladora na gravidez?

A mulher grávida vê seu corpo se modificar rapidamente. Ao longo dos meses de gestação, a barriga cresce, o corpo ganha peso e a estafa parece aumentar. Afinal, é comum que a mulher ganhe entre 10kg e 14 kg. Há mães que podem alcançar 30 kg a mais!

A carga “extra” provocada pelo crescimento do bebê causa efeitos diversos. Para algumas futuras mamães, o peso extra traz desconforto, pois a barriga tende a inclinar o tronco para frente. A partir daí, surgem dores nos pés, nas pernas e até nas costas.

Com esta “força da gravidade” atuando, o eixo de equilíbrio da mãe fica comprometido, e torna-se mais difícil manter a postura ereta. O mesmo peso prejudica também a coluna e a parede abdominal.

Por isso, a função de suporte da cinta modeladora é extremamente eficaz a este público. Da mesma forma que auxilia a manutenção da postura no dia a dia de qualquer indivíduo, o acessório melhora o porte da mulher, e permite que ela tenha apoio para carregar seu filho sem incômodos.

Para as gestantes, as peças são desenvolvidas com uma característica especial: o reforço sob o abdômen. Desta maneira, a barriga não inclina tanto o corpo, e a gestante consegue manter a espinha vertebral mais ereta.

As dores lombares e nas laterais do corpo, muito comuns às grávidas, deixam de existir. A recomendação habitual é pelo uso diário da peça, retirando-a apenas na hora de dormir.

A cinta para gestante pode ser utilizada a partir da vigésima semana de gravidez, ou seja, aproximadamente cinco meses. Como tem tecido elástico, o artigo se adapta ao crescimento da barriga, e facilita sua utilização.

Esta característica também é responsável por manter a segurança de mãe e bebê. Algumas mulheres compartilham da insegurança de que o uso da cinta poderia prejudicar o desenvolvimento do feto. Mas esta consequência é inimaginável! As cintas modeladoras são produtos pensados para se adaptarem ao crescimento do útero, e não o útero se adaptar ao acessório.

Por isso, as peças da Yoga são aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que regula os produtos para a saúde no país.

Cinta para o pós-parto

Após o nascimento do bebê, os benefícios da cinta modeladora também se fazer presentes. Além de todos os resultados já citados, de manutenção da postura, a peça intensifica e acelera o processo de reajuste do corpo após a concepção. Então, o que seria apenas um processo natural e fisiológico ganha uma “ajudinha” para acontecer.

Outro efeito interessante da cinta pós-parto é o auxílio na recuperação da diástase abdominal. A diástase abdominal ocorre de forma natural durante o crescimento do útero, e consiste no distanciamento dos músculos do abdômen, dando espaço para que o ventre se desenvolva.

Após o parto, o útero começa a voltar ao seu tamanho normal, o que deixa “espaços” entre os músculos abdominais. Os órgãos da região do abdômen, então, ficam mais “soltos, incluindo por exemplo o estômago e o próprio útero. Para a mulher, a sensação é de que os órgãos” balançam”.

Desta maneira, o modelador oferece sua clássica funcionalidade de fôrma, e pressiona os músculos a voltarem mais rapidamente para o lugar adequado. Simultaneamente, os órgãos retornam a seu espaço de origem, e a sensação de frouxidão deixa de existir.

Para este período especial da mulher, há inclusive modelos de cintas com busto. Os sutiãs são confortáveis e reforçados, proporcionando bom suporte às mamas maiores devido ao aleitamento. Para facilitar a alimentação do bebê, muitos deles ainda contam com sutiã removível para amamentação.

Cinta e exercícios

A modelação do corpo por meio do modelador é um efeito eficaz, mas pode ser potencializada por algumas ações básicas do indivíduo. Manter a dieta balanceada, a saúde em dia, ingerir muita água, parar de fumar, diminuir o consumo de álcool… Entre todas as medidas que podem ser associadas, porém, a mais eficaz é a prática de exercícios físicos.

Realizar atividades físicas é uma medida sempre recomendada pelos médicos. Afinal, ela melhora o funcionamento do organismo e garante a melhora da respiração, tão importante ao corpo. Quando é associado ao uso da cinta de modelação, o exercício melhora o efeito visual que a peça causa, pois, afinal, promove a definição dos músculos e a perda de peso.

Mas além da associação da peça diária às atividades, é possível associar o acessório durante os treinos! Neste caso, a cinta modeladora é chamada fitness, e foi desenvolvida para o uso exclusivo no esporte.

Para mulheres, a medida ideal da cintura ele gira em torno dos oitenta centímetros. Para os homens, ela pode atingir os noventa centímetros. Para atingir a meta, a prática física deve associar exercícios de fortalecimento com a prática aeróbica, ginástica localizada e exercícios para gastos calóricos.

Antes de escolher a melhor ginástica para seu corpo, entretanto, é preciso contar com o auxílio profissional. O indivíduo deve primeiro buscar atendimento médico, para verificar se o coração, pulmões, articulações ou qualquer parte do corpo não restringem o tipo de esporte a ser realizado.

Esta medida é importante pois poderá apontar, por exemplo, um problema no joelho. Caso iniciasse a atividade a corrida por conta própria, o consumidor poderia agravar o problema e sentir fortes dores.

Em seguida, é fundamental contar com profissional de Educação Física. Explicando seus objetivos a ele – emagrecer, fortalecer músculos e outros – o especialista poderá indicar a prática mais interessante.

Por isso, muitas vezes a academia pode ser uma ótima afinal. Isso porque os espaços contam com equipamento e profissionais próprios, trazendo comodidade ao usuário.

Para os que preferem atividade ao ar livre, sem problemas! Existem diversas possibilidades que trarão iguais benefícios ao corpo.

Mas voltemos à cinta fitness. Utilizando-se da mesma função modeladora de uma cinta comum, a peça serve como fôrma ao corpo. A medida então que os músculos são trabalhados pelo esporte, eles são moldados pela fôrma, e desenvolvem-se de modo a criar uma silhueta cheia de curvas.

Outro benefício do modelador fitness é a manutenção da postura durante os exercícios. Principalmente para o carregamento de peso, é essencial oferecer à coluna suporte, o que diminuirá a pressão sobre a espinha. Simultaneamente, torções e luxações são prevenidas, graças ao mesmo apoio promovido pela peça.

Além disso, é preciso obrigatoriamente associar a cinta a um tênis confortável e a roupas próprias para a academia. Os tecidos de cada veste são preparados especialmente para flexibilidade de movimentos que o esporte exige.

Ademais, a cinta fitness oferece como benefício a diminuição do riscos de lesões nos músculos, assegurando exercícios corretos e uniformes.

Usar cinta modeladora faz mal?

A utilização da cinta modeladora não faz mal, por uma série de fatores. Antes de tudo, porque o tecido com que elas são fabricadas é elástico. Esta característica garante que o acessório se adapta ao corpo, sem pressioná-lo ou apertá-lo em excesso.

Da mesma forma, o tecido é poroso. A particularidade permite que, independentemente do clima externo do corpo, o indivíduo mantenha sua temperatura corporal. A possibilidade existe porque o tecido permite a livre transpiração da pele.

Já a compressão realizada pela cointa é a responsável pelos seus efeitos. Para que não incomode, ela é realizada na medida, sem apertar.

Há uma crença popular, porém, de que quanto mais apertado o modelador, mais rapidamente serão seus efeitos. Esta percepção é completamente falsa, e pode ser perigosa!

O uso de um modelador menor do que adequado pode provocar inúmeros problemas de saúde, como atrofiamento dos músculos e compressão de órgãos. Até mesmo as costas e coluna podem sofrer lesões, com problemas como a hérnia de disco sendo originados.

Além disto, uma cinta apertada pode prejudicar a respiração, e causar insuficiência cardíaca. Assim, nunca, seja qual for o modelo ou o objetivo da cinta, ela deve ser adquirida em tamanho menor do que o corpo do indivíduo exige.

Este cuidado deve ser redobrado com o uso da cinta fitness. Como exige demais do corpo, a prática física provoca a necessidade de respirar mais vezes, por exemplo. Se estiver estreita demais, a cinta irá comprimir diafragma e pulmões, e prejudicar a expiração e inspiração. O resultado imediato é a tontura e até desmaios, que podem causar acidentes e outros episódios ruins.

Além disso, a cinta fitness serve como fôrma para a definição dos músculos. Caso esteja muito apertada, ao invés de definir o tecido muscular, o usuário irá atrofiá-los. Daí, originam-se problemas na coluna, como a hérnia, e fortes dores. Outras possibilidades são a luxação, entorse, traumas e até mesmo problemas nos ossos da coluna e costelas.

Por estes fatores, é fundamental escolher o tamanho certo da cinta modeladora. Para isso, o consumidor pode se dirigir à loja e provar diversos modelos, até que o mais confortável seja eleito. Lembre-se: a peça deve oferecer pressão leve, e não aperto.

Para que o melhor modelo seja escolhido, e no tamanho correto, é possível seguir uma dica: depois de vestir o apetrecho, o indivíduo deve encostar as costas na parede. Mantendo a postura ereta, o usuário conseguirá verificar qualquer aperto ou incômodo provocada pelo acessório. Caso eles aconteçam, é interessante testar um tamanho maior.

Caso a compra seja feita pela internet, é possível escolher a peça de acordo com as medidas do corpo, geralmente listadas nos sites.

Siga-nos no Instagram